Restauração e alojamento essenciais para redução do desemprego - Ahresp

A Associação de Restauração e Similares de Portugal (Ahresp) definiu hoje os setores da restauração e alojamento como "essenciais" para a redução do desemprego em Portugal, valorizando os dados recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE).

"Pela primeira vez em mais de 11 anos, a taxa de desemprego ficou abaixo da média dos parceiros da zona euro, com o setor da restauração e bebidas a ter um contributo fundamental", valoriza a associação, em nota hoje divulgada à imprensa.

Dada a "continuidade sustentada do crescimento do turismo em 2017", estima-se que os dados do desemprego referentes ao primeiro semestre de 2017 - a divulgar no decorrer de outubro - "sejam ainda mais otimistas", prossegue a Ahresp.

O Instituto Nacional de Estatística reviu na semana passada em baixa de 0,2 pontos percentuais a taxa de desemprego de maio para 9,2%, o valor mais baixo desde novembro de 2008, estimando para junho uma nova descida para 9,0%.

Em termos homólogos, o valor provisório apontado para o INE para junho representa uma descida face aos 11,1% observados um ano antes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG