Requalificação do edifício Jordão e Garagem Avenida em Guimarães arrancou hoje

As obras de requalificação do edifício Jordão e Garagem Avenida, em Guimarães, arrancaram hoje, com o objetivo de ali instalar a Escola de Música e Escola de Artes Performativas e Visuais, adiantou a autarquia vimaranense.

Em comunicado enviado hoje, a Câmara Municipal de Guimarães aponta que a obra representa um investimento de 11,5 milhões de euros e que o prazo de execução previsto é de um ano e meio.

"O edifício do Teatro Jordão está na memória dos vimaranenses e completará ainda a reabilitação de Couros, que queremos enquadrar no âmbito do Património Mundial da Humanidade, sendo um novo espaço do conhecimento", refere no texto o presidente da autarquia, destacando a "preocupação em manter a memória do edificado".

A autarquia explica que o projeto contempla um auditório de 400 lugares, a nova Escola de Música da Academia Valentim Moreira de Sá (Conservatório de Guimarães) e ainda espaços dedicados ao curso de Artes Performativas e Visuais da Universidade do Minho, conferindo uma "nova vida ao edifício com 80 anos".

Domingos Bragança realça ainda que "o exterior do edifício será preservado e o seu interior será mantido até ao limite do que for possível, sem colocar em causa a sua função de escola de música, das artes performativas e das artes visuais, tendo sempre presente o enquadramento deste projeto nos fundos europeus".

A obra, esclarece o texto, é apoiada por fundos da União Europeia (Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional), ao abrigo do programa Norte 2020, no valor de 9,8 milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG