Projeto 'Braga a Sorrir' abrangeu mais de 1.500 beneficiários desde 2015

O projeto 'Braga a Sorrir', iniciado em 2015 para "disponibilizar e reforçar" cuidados básicos de saúde oral a munícipes em "situação de vulnerabilidade socioeconómica", realizou 545 reabilitações orais, abrangendo mais de 1.500 beneficiários, divulgou hoje a câmara.

Em comunicado enviado hoje à Lusa, a Câmara Municipal de Braga adianta que o executivo vai em 2018 apoiar novamente o 'Braga a Sorrir' com uma verba de 39 mil euros, um valor inferior face a anos anteriores.

A descida no apoio é justificada com a aprovação de uma candidatura apresentada ao programa "Parcerias para o Impacto", do Portugal Inovação Social, que representa um apoio de 70% das despesas do projeto para dois anos, o que permite a redução do montante da comparticipação municipal.

O 'Braga a Sorrir' é desenvolvido em parceria com o município de Braga e "tem como principal objetivo disponibilizar e reforçar o acesso aos cuidados básicos de saúde oral dos munícipes de Braga em situação de vulnerabilidade socioeconómica".

Desde abril de 2015, data de início de atividade, o programa, através do Centro de Apoio à Saúde Oral, "já realizou mais de 12.400 consultas e 545 reabilitações orais", sendo que no total "já são mais de 1.500 os beneficiários, perfazendo um número superior a 16.000 tratamentos".

Atualmente, refere o texto, o 'Braga a Sorrir' "foca-se na assistência médico dentária e no acompanhamento psicossocial, com um reforço bastante significativo na área da reabilitação oral".

A autarquia esclarece ainda que o processo de sinalização dos beneficiários do projeto desenvolve-se através das parcerias estabelecidas com instituições sociais (IPSS's, Cooperativas, etc.) do concelho de Braga e pela sinalização por parte do Gabinete de Ação Social do município.

A proposta para atribuição daqueles 39 mil euros ao 'Braga a Sorrir' vai ser analisada na reunião do executivo camarário marcada para segunda-feira.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG