Livro "O rei Lear", com tradução de Alvaro Cunhal, apresentado em Lisboa

A obra "O rei Lear", do dramaturgo William Shakespeare, com tradução, ilustrações e notas de Álvaro Cunhal, é apresentada na quinta-feira, em Lisboa.

Escritor, tradutor e histórico líder do PCP, Álvaro Cunhal traduziu aquela tragédia de Shakespeare na década de 1950, durante um dos seus períodos de prisão, e a obra foi editada em fascículos na década seguinte pela Tipografia Scarpa, sem que se soubesse quem era o tradutor.

A tradução, com anotações e ilustrações de Álvaro Cunhal só viria a ser reeditada, sabendo-se que era do político, em 2002, pela Caminho, sendo agora publicada de novo pela Página a Página.

A apresentação de "O rei Lear" está marcada para quinta-feira, no Centro de Trabalho Vitória, do PCP, em Lisboa, pelo ator e encenador Bruno Bravo.

Na mesma editora, de Álvaro Cunhal, estão publicados os títulos "História de um gordo chinês que estava de barriga para o ar", "Os barrigas e os magriços" e "O burro tinha razão".

Álvaro Cunhal morreu em junho de 2005, aos 92 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG