Lisboa realiza maratona de 24 horas para discutir problemas ambientais

A cidade de Lisboa vai realizar uma maratona de 24 horas para que os participantes, em equipas, discutam e encontrem soluções para problemas relacionados com o desperdício alimentar e os resíduos plásticos, explicou hoje fonte da autarquia.

O objetivo é que "jovens estudantes, empresas ou qualquer pessoa interessada, juntamente com outras pessoas, passem 24 horas a discutir um problema e encontrem soluções para resolvê-lo", explicou à Lusa fonte do gabinete do vereador do Ambiente, José Sá Fernandes (PS).

A mesma fonte afirmou que a iniciativa pretende essencialmente tratar de questões relacionadas com o desperdício alimentar e os resíduos plásticos.

Numa informação disponível no seu 'site', a Câmara Municipal de Lisboa, lembra que a cidade será Capital Verde Europeia em 2020 e destaca que "junta-se a centenas de outras cidades mundiais na procura de soluções para um melhor ambiente e, numa maratona de 24 horas, várias equipas tentarão desenvolver ideias tecnológicas para reduzir, reciclar e reaproveitar resíduos".

A iniciativa começa na quinta-feira, às 17:00, com apresentações sobre os problemas concretos da capital e com momentos para que as pessoas se conheçam entre si.

No dia seguinte, sexta-feira, às 15:00, os participantes apresentarão os seus projetos a uma equipa de júri composta por elementos da Câmara, da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), da organização e de uma investigadora da Universidade Católica Portuguesa.

Durante os dois dias, as equipas podem contar com mentores, que as apoiarão com dados sobre a cidade e esclarecimentos.

A mesma fonte notou ainda que algumas das ideias desenvolvidas podem vir a ser candidatas ao Orçamento Participativo, que será lançado em 29 de outubro e termina em 21 de abril.

Esta maratona em torno das questões ambientais, em particular na capital, é organizada pela Câmara Municipal de Lisboa, FCT-NOVA, Universidade Católica Portuguesa e pelo Impact Hub.

O evento realiza-se em Alcântara, nas instalações do Impact Hub.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG