Vila do Conde cria "inédito" festival para juventude

A Câmara de Vila do Conde está a dinamizar um "inédito" festival no concelho vocacionado para juventude, com várias atividades desportivas, culturais e artísticas a desenvolver em julho, disse hoje a presidente da autarquia, Elisa Ferraz.

"Vamos realizar pela primeira vez uma experiência muito apelativa e com um diversificado leque de atividades, para os jovens do concelho, mas também para outros que nos visitem", afirmou Elisa Ferraz.

O evento, apelidado "Vila do Conde Fest - Festival da Juventude", está agendado para 6 a 15 de julho, e vai ter a maior parte da sua ação centrada junto ao Parque de Jogos, no coração da cidade.

"Era uma lacuna na programação de verão do município, numa atividade com dimensão e diversidade dirigida, essencialmente, à juventude", referiu a presidente da Câmara.

Elisa Ferraz destacou "a diversidade de um programa feito em parceria com as associações e empresas vila-condenses", considerando que foi conseguido um evento "que irá despertar curiosidade de todos os públicos".

Na vertente desportiva, a programação deste "Vila do Conde Fest" contempla torneios de futebol e voleibol de praia, mas também aulas e demonstrações de modalidades ligadas ao rio e mar, como canoagem e surf, que podem ser praticados pelos interessados, além de iniciativas vocacionadas para o exercício físico.

Está também prevista a montagem de uma pista de karting e, ainda em estudo, uma quadra para a prática de paddle ténis.

O evento contempla uma forte componente cultural, em que, além de diversos concertos com bandas de Vila do Conde, mas também artistas de relevo nacional como Jimmy P ou Dengaz, haverá palestras, concursos de ideias para Vila do Conde e ainda uma competição de fotografia.

Estão também previstas demonstrações de artes performativas, teatro e cinema, numa programação global que pode ser acompanhada no 'site' do evento na internet e nas redes sociais, que contará com atualizações diárias.

Em paralelo com o festival acontecerá, também em Vila do Conde, a cimeira norte das federações de juventude, que reunirá elemento de vários movimentos associativos juvenis.

A presidente da Câmara de Vila do Conde considerou que, "com tanta diversidade de atividades, o público-alvo deste festival vai dos 6 aos 85 anos", e garantiu que "este é um projeto para ter continuidade".

"Ainda este ano, vamos voltar a ativar o Conselho Municipal da Juventude, que não funcionava há décadas, e atribuir-lhe competências. Isto para que, quando voltarmos a fazer um evento destes, tenhamos um organismo que possa dar o seu contributo", apontou Elisa Ferraz.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Viriato Soromenho Marques

Quem ameaça a União Europeia?

Em 2017, os gastos com a defesa nos países da União Europeia tiveram um aumento superior a 3% relativamente ao ano anterior. Mesmo em 2016, os gastos militares da UE totalizaram 200 mil milhões de euros (1,3% do PIB, ou o dobro do investimento em proteção ambiental). Em termos comparativos, e deixando de lado os EUA - que são de um outro planeta em matéria de defesa (o gasto dos EUA é superior à soma da despesa dos sete países que se lhe seguem) -, a despesa da UE em 2016 foi superior à da China (189 mil milhões de euros) e mais de três vezes a despesa da Rússia (60 mil milhões, valor, aliás, que em 2017 caiu 20%). O que significa então todo este alarido com a necessidade de aumentar o esforço na defesa europeia?