Resultados dos concursos de apoio sustentado à dança e artes visuais anunciados este mês

Os resultados definitivos dos concursos ao Programa de Apoio Sustentado às Artes, na modalidades bienal e quadrienal, nas áreas da dança, artes visuais, circo contemporâneo e artes de rua, deverão ser anunciados este mês, indicou hoje fonte oficial.

Contactada pela agência Lusa sobre o ponto da situação destes concursos, abertos em outubro do ano passado, a Direção-Geral das Artes (DGArtes) indicou que, nestas áreas, decorre um período de audiências de interessados, nas quais os artistas candidatos podem ainda recorrer da decisão.

Este mês também deverão ser comunicados os projetos de decisão aos candidatos das áreas da música, cruzamentos disciplinares e teatro que concorreram a este mesmo concurso de Programa de Apoio Sustentado às Artes.

O Programa de Apoio Sustentado às Artes tem com um valor global disponível de 64,5 milhões de euros, a aplicar no quadriénio de 2018 a 2021.

Na quarta-feira, a DGArtes abriu a linha de apoios à atividade artística profissional, "a operacionalizar por procedimento simplificado", para valores entre 500 e 5.000 euros, sem concurso, segundo um comunicado divulgado por aquele organismo.

Também anunciou a abertura, para o "início de março", sem especificar data, da linha de apoio financeiro à internacionalização de projetos, para valores entre 6.000 e os 30.000 euros.

Quanto à "tipologia de atribuição de financiamento" simplificada, "prevista no Novo Modelo de Apoio às Artes", diz a DGArtes que permitirá às diferentes entidades artísticas pedirem apoios entre os 500 e os 5.000 euros, "com processos de submissão e de apreciação dos pedidos mais simples e mais céleres, envolvendo quantias mais pequenas".

O procedimento simplificado é utilizado no Programa de Apoio a Projetos, para abranger os domínios da circulação nacional, da edição, da formação, da internacionalização e da investigação.

Este organismo do Ministério da Cultura anunciou ainda a abertura para o início de março, da linha de apoio financeiro da Internacionalização, "exclusiva para a circulação de obras e projetos no espaço internacional, e acessível por concurso".

A DGArtes conta ainda abrir, nos próximos meses, concursos para "projetos em território nacional nos domínios da criação, programação, circulação e desenvolvimento de públicos", "para apresentação de propostas à 58ª Exposição Internacional de Arte - La Biennale di Venezia", e o procedimento simplificado, na modalidade complementar, "para candidaturas previamente aprovadas no âmbito do programa Europa Criativa".

A informação sobre as candidaturas está disponível no "Balcão Artes", no sítio da DGArtes, na Internet.

Ler mais

Exclusivos