Portugal quer maior dinamização do Instituto Internacional de Língua Portuguesa

O presidente do instituto Camões defendeu hoje maior dinamização do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP), com sede em Cabo Verde, através de "discussões mais substanciais" e de uma "contribuição mais sustentada" para a promoção do Português.

"Portugal entende que há que dinamizar o IILP através de discussões mais substanciais nas suas reuniões, mas também através de uma contribuição mais sustentada para aquilo que é a promoção da Língua Portuguesa", disse Luís Faro Ramos.

O presidente do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua está em Cabo Verde para participar na reunião ordinária do Conselho Científico do IILP, que decorre até quinta-feira, na cidade da Praia.

Luís Faro Ramos falava à agência Lusa à margem da assinatura de um protocolo para a construção do Centro de Hemodiálise da ilha cabo-verdiana de São Vicente, cofinanciado por Portugal.

"A promoção da língua é central na CPLP [Comunidade de Países de Língua Portuguesa] e o IILP é um instrumento por excelência da CPLP nesse domínio. Deve, do nosso ponto de vista, ser plenamente aproveitado, o que não tem acontecido até agora", sustentou.

O presidente do instituto Camões considerou que essa dinamização passa pela realização de mais iniciativas, mas também por "mais responsabilização" dos Estados-membros para "cumprirem as suas obrigações", designadamente em matéria de contribuições financeiras e de recursos humanos.

"É um problema recorrente e de que se fala de cada vez que nos reunimos. Chegamos sempre à conclusão que é preciso apostar mais nesta matéria. A cada reunião do Conselho Científico, a questão é referida e constata-se que, para o IILP cumprir os seus objetivos plenamente, tem que, entre outras coisas, ter as contribuições do Estados-membros em dia", salientou Luís Faro Ramos.

Na reunião ordinária do Conselho Científico do IILP, que arrancou terça-feira e se prolonga até quinta-feira, serão discutidos vários assuntos, como a aplicação do Acordo Ortográfico, planos de ação para promoção da língua portuguesa e sucessão dos cargos dirigentes da instituição.

O ponto alto será uma conferência, na quinta-feira, sobre a língua portuguesa, que vai ter a participação do Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, e dos embaixadores dos países da CPLP acreditados em Cabo Verde.

No âmbito da reunião, será também inaugurada uma exposição itinerante do Museu da Língua Portuguesa de São Paulo.

O IILP, estrutura da comunidade lusófona, tem sede na cidade da Praia desde a sua criação, em 2002.

Brand Story

Mais popular

Pub
Pub