Parlamento vai ouvir Capoulas Santos sobre medidas pare reduzir cádmio nos fertilizantes

O requerimento do BE para a audição do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, na Assembleia da República, sobre as medidas para a redução da presença de cádmio nos fertilizantes agrícolas foi hoje aprovado.

A votação da proposta do BE foi hoje realizada pela Comissão de Agricultura e Mar, que aprovou o requerimento por unanimidade.

"Este é um problema amplamente reconhecido. O cádmio contamina alimentos e a água e constitui um risco para a saúde humana e para o ambiente. Este tema esteve em debate na União Europeia no sentido de se fixarem níveis mais apertados para a presença desta substância", disse o deputado do BE Carlos Matias, antes da votação do requerimento.

O deputado sublinhou ainda que em causa está a "saúde pública e o ambiente" não se podendo também "minimizar o risco de consequências" do ponto de vista comercial, caso seja detetado cádmio acima dos valores estabelecidos.

Durante as intervenções, o deputado do PSD Maurício Marques disse que o grupo parlamentar acompanha as preocupações do BE, uma vez que estão envolvidas questões "ambientais e de saúde".

Por sua vez, o deputado socialista João Gouveia notou que "tudo o que tenha a ver com saúde pública e ambiente", é alvo da preocupação do PS.

Já a deputada Patrícia Fonseca do CDS disse que o requerimento em causa permite a vinda de Capoulas Santos ao Parlamento, para "apresentar a posição do Governo" sobre um assunto que já foi discutido na União Europeia.

O deputado do PCP João Dias, por seu turno, disse que o grupo "não se opõe" ao requerimento, apesar de notar que o ministro da Agricultura deve ser, primeiramente, ouvido sobre a temática das medidas implementadas no âmbito dos incêndios.

A comissão vai agora proceder ao contacto com Capoulas Santos para, posteriormente, ser agendada a data da audição.