Novo álbum de Sara Tavares, "Fitxadu", é editado dia 27

O novo álbum da cantora e compositora Sara Tavares, "Fitxadu", que significa em crioulo cabo-verdiano "fechado", é constituído por 11 canções e editado no próximo dia 27, anunciou hoje a promotora.

Sara Tavares participa na autoria de quase todos os temas do CD, quer como compositora ou letrista, em parceria com outros autores ou a solo, sendo a única exceção "Para Sempre Amor", com letra e música de Bilan.

O CD, o quinto da cantora, abre com "Onda de Som", letra de Sara Tavares, que assina a música com Loony Johnson.

"Coisas Bunitas" e "Filingadu" são os dois únicos temas cujas letras e composições musicais são assinadas em exclusivo por Sara Tavares.

Manecas Costa, Nancy Vieira, Toty Sa'Med, Kalaf Epalanga, Virgilio Varela e Princezito, com quem assina a música de "Fitxadu", que dá título ao álbum, são alguns dos seus parceiros autorais.

Com Nancy Vieira, Sara Tavares assina a letra e música de "Ginga", que inclui um excerto de "Suor di nô Púbis", música e letra de Adriano Gomes Ferreira.

"Fitxadu", segundo a intérprete de "Chamar a Música", marca "o encerramento de um ciclo e, como todos os capítulos, o início de um novo", de acordo com comunicado enviado à agência Lusa.

Sara Tavares estreou-se discograficamente em 1996 com "Sara Tavares & Shout!", tendo dois anos antes vencido o Festival RTP da Canção com "Chamar as Música", de Rosa Lobato de Faria e João Oliveira.

Em 1999 editou o álbum "Mi Ma Bô", no qual propunha uma sonoridade de fusão afro-pop-soul. O disco foi gravado em França e produzido pelo franco-congolês Lokua Kanza, tendo vendido em Portugal um número de cópias que lhe valeu o galardão de Disco de Ouro.

"Balancê" é o título do terceiro álbum e tornou-se no seu cartão-de-visita internacional, tendo Sara Tavares sido nomeada como Artista Revelação as prémios BBC Radio 3 World Music, em 2007. Em Portugal, as vendas e "Balancê" valeram-lhe um Disco de Platina.

Em 2008 editou o DVD "Alive in Lisbon" e em 2011 Sara Tavares, depois de ter ultrapassado problemas de saúde que a forçaram a interromper a carreira, recebeu Prémio de Melhor Voz Feminina nos Cabo Verde Music Awards e colaborou em estúdio com vários artistas, nomeadamente os Buraka Som Sistema.

Em 2012, deu continuidade à digressão internacional "Xinti", título do álbum editado em 2009, e que lhe valeu o Prémio Carreira do África Festival 2012, na Alemanha.

A preparação de "Fitxadu" foi iniciada no ano passado, entre espetáculos em Portugal e além-fronteiras.

Do novo álbum constam também os temas "Txom Bom", letra de Sara Tavares e Virgílio Varela, com música de Sara Tavares, e "Flutuar", letra de Sara com Paulo Flores, assinando a intérprete a composição musical.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.