Espanha vai convocar Portugal e França para reunião sobre negociação da PAC

A ministra espanhola da Agricultura, Pesca, Alimentação e Meio Ambiente, anunciou hoje que vai convocar uma reunião com Madrid, Portugal e França, a decorrer em 31 de maio, para formar uma aliança perante a negociação da PAC pós 2020.

No próximo dia 31 de maio, O Governo espanhol vai reunir-se com os ministros da Agricultura de França e Portugal, com o objetivo de "selar a primeira aliança", disse Isabel García Tejerina, citada pela agência EFE.

De acordo com a governante, a aliança entre estes países irá fundamentar-se na defesa "de uma posição comum durante a negociação", que vise "um aumento do orçamento da Política Agrícola Comum [PAC]", para o período compreendido entre 2021 e 2027.

A Comissão Europeia propôs, em 02 de maio, um orçamento plurianual para a União Europeia para o período 2021-2027 de 1,279 biliões de euros (equivalente a 1,11% do rendimento nacional bruto da UE a 27 - já sem o Reino Unido), que prevê cortes que podem atingir os 7% na Política de Coesão e os 5% na Política Agrícola Comum.

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

Navegantes da fé

Este livro de D. Ximenes Belo intitulado Missionários Transmontanos em Timor-Leste aparece numa época que me tem parecido de outono ocidental, com decadência das estruturas legais organizadas para tornar efetiva a governança do globalismo em face da ocidentalização do globo que os portugueses iniciaram, abrindo a época que os historiadores chamaram de Descobertas e em que os chamados navegantes da fé legaram o imperativo do "mundo único", isto é, sem guerras, e da "terra casa comum dos homens", hoje com expressão na ONU.