Cristina Branco vai musicar ao vivo projeção de filme em Tavira

Faro, 14 mai 2019 (Lusa) -- A cantora Cristina Branco vai musicar ao vivo, juntamente com a sua banda, a projeção do filme "The River", na próxima sexta-feira, no Quartel Militar de Tavira, um evento que encerrará a terceira edição do projeto Video Lucem.

Esta é a primeira vez que Cristina Branco participa neste tipo de projeto, um ciclo de cine-concertos integrado na programação do 365 Algarve, programa de valorização turística e cultural que decorre entre outubro e maio.

"Ensaiar para este concerto em específico, está-nos a dar um gozo incrível, é uma coisa diferente e estamos a tentar fazer algo especial, uma recriação à volta de um reportório que já tem um ano e a transformá-lo noutra coisa, dar-lhe uma dinâmica e uma homogeneidade que não tinha, de forma a enquadrar com as imagens, está ser muito giro", disse a cantora à Lusa.

Cristina Branco vai estar acompanhada pelo trio de instrumentistas que a acompanha habitualmente, formado por Bernardo Couto na guitarra portuguesa, Bernardo Moreira no contrabaixo e Luís Figueiredo no piano.

O grupo vai musicar ao vivo o filme "The River", de Frank Borzage, realizado em 1928, nos Estados Unidos da América, com a duração de 52 minutos.

O filme esteve parcialmente perdido e foi recentemente descoberto e restaurado. Apesar de não estar completo, com todas as imagens, é exibido com a informação das cenas em falta. Trata-se de uma história da iniciação ao amor, com interpretações de Charles Farrell e Mary Duncan.

"Há músicas que vão ser apenas introduções, há uma música que vai servir de ligação ao longo de todo filme, há músicas que estão partidas ao meio, há partes instrumentais que foram criadas exclusivamente para este efeito. No fundo é um concerto novo e sem interrupções, porque não vai haver aplausos, a música não para ao longo de todo o filme que tem cerca de uma hora", explicou Cristina Branco, fazendo referência ao segundo filme que compõe este espetáculo.

O primeiro filme será musicado pelo grupo de fado Ecos de Coimbra, tem uma duração de dez minutos e intitula-se "Algarve". É um filme turístico realizado em 1934 por Amélia Borges Rodrigues, responsável pela realização de cerca de 40 filmes turísticos sobre regiões de Portugal, que, nos anos 1930 e 40, circularam pelo Brasil e pelas antigas colónias portuguesas em África.

A projeção destes dois filmes, com o acompanhamento ao vivo por Cristina Branco e pelo grupo Ecos de Coimbra, encerra a terceira edição do projeto Video Lucem cujo nome em latim significa "Vejo a Luz", criado em 2016 pelo Cineclube de Faro, com o apoio da Diocese do Algarve e do programa "365 Algarve", que dinamiza espetáculos culturais durante a época baixa.

"Na primeira edição o ciclo Video Lucem teve como base a projeção de filmes em igrejas como salas de cinema, na segunda edição apresentámos filmes mudos musicados por diversos artistas, entre eles Noiserv ou Dead Combo, e na terceira edição filmes inacabados também musicados, e ter a Cristina Branco associada a este evento é um motivo de orgulho e contentamento", referiu à Lusa o presidente do Cineclube de Faro, Carlos Rafael.

O responsável destacou ainda que já foi apresentada uma proposta para a realização da quarta edição deste projeto que "assenta na criação de um produto final, um registo para o futuro que tem como base o Algarve e a realidade que o rodeia".

O espetáculo que assinala o encerramento do ciclo de cinema musicado ao vivo tem início às 21:30 no Quartel Militar de Tavira e os ingressos estão à venda no próprio dia, no local do espetáculo a partir das 17:00, ou durante a semana no Cine Clube de Faro, nos dias uteis, entre as 10:30 e as 17:30.

Com início em dezembro, o projeto Video Lucem exibiu filmes parcialmente perdidos ou inacabados, musicados ao vivo, em diversas localidades algarvias tais como Olhão, Estoi, Alcoutim, S. Brás de Alportel, Portimão e Tavira.