CPLP/Cimeira: Guiné-Bissau remete para setembro apresentação de candidato à direção do IILP

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau, João Ribeiro, disse hoje que o seu país só irá apresentar em setembro o nome do candidato à direção executiva do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP).

"Infelizmente neste momento não podemos avançar com um nome. Vamos pedir a anuência ao Conselho de Ministros para, em setembro, à margem das Nações Unidas [assembleia-geral], podermos apresentar um candidato à altura", disse João Ribeiro.

O ministro guineense falava aos jornalistas, na cidade de Santa Maria, ilha do Sal, durante a pausa para almoço do Conselho de Ministros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), durante o qual a Guiné Bissau deveria submeter para aprovação o nome do candidato à direção executiva do instituto.

João Ribeiro adiantou que a Guiné Bissau encara "a presença na CPLP com muita responsabilidade", lembrando alguns dos nomes que, em representação do país, exerceram cargos na organização, nomeadamente Domingos Simões Pereira (secretário-executivo) e Helder Vaz (diretor-geral).

"É nesta linha que queremos apresentar também um bom candidato para diretor executivo do IILP", sublinhou.

João Ribeiro disse ainda esperar que esta cimeira "possa testemunhar a proximidade entre os diferentes povos, com diferentes culturas, e que têm como língua comum o português".

"Esperamos também que possa haver uma dinâmica da mobilidade e que possamos apostar na cooperação económica", disse.

O Conselho de Ministros prossegue durante a tarde.

Ler mais

Exclusivos