Comité Olímpico envia ao Governo sugestões para estatuto do dirigente desportivo

Redação, 12 abr 2019 (Lusa) -- O Comité Olímpico de Portugal (COP) enviou hoje ao Governo um documento com "uma série de sugestões" sobre o estatuto do dirigente desportivo, considerando necessário "um debate público sobre um dos pilares fundamentais do universo desportivo".

Em comunicado, o COP elenca os principais pontos da missiva enviada ao Governo, no qual seguem uma série de "dados que enquadram o trabalho voluntário ou benévolo em Portugal".

O COP propõe desenvolver "esforços quanto à formação", promover "medidas incentivadores de captação das esclarecidas e exigentes camadas jovens", para "garantir o rejuvenescimento dos quadros de gestão das organizações desportivas".

No documento defende-se a promoção de medidas "que possibilitem a efetiva carreira dual de dirigentes estudantes", mas também "um registo nacional de dirigentes associativos", a "possível bonificação do tempo de voluntariado na contagem do tempo de serviço e idade de reforma" e a criação de uma bolsa de horas para voluntariado.

"O enquadramento legislativo tem de acautelar que não é possível aplicar as mesmas regras tanto aos dirigentes das mais altas organizações desportivas como aos presidentes de clubes locais", pode ler-se no documento.

Ler mais

Exclusivos