Câmara do Funchal investiu 125 mil euros na Feira do Livro de 2017

A Câmara Municipal do Funchal investiu 125 mil euros na Feira do Livro deste ano, que decorre de 26 de maio a 04 de junho e conta com a participação de 29 livreiros e editores, revelou hoje a autarquia.

"Não se trata de uma despensa nem de um gasto, mas sim de um investimento na cultura madeirense e é nosso dever fazê-lo", afirmou Paulo Cafôfo, durante a apresentação do evento.

O autarca anunciou que a 43.ª Feira do Livro do Funchal contará com a presença de 60 autores portugueses e estrangeiros, entre os quais João de Melo, Rodrigo Guedes de Carvalho, Fernando Dacosta, Ricardo Araújo Pereira, Mário Zambujal, Teolinda Gersão, Paulo Azevedo, Rita Ferro e o angolano Luaty Beirão, que vai apresentar a obra "Diário de Um Preso Político Angolano".

"A feira tem vindo a crescer, sendo que este ano conta com 29 participantes, entre editores e livreiros, mais cinco do que no ano transato", disse Paulo Cafôfo, vincando que no decurso do evento terão lugar 23 apresentações e oito lançamentos de livros.

O palco principal da Feira do Livro do Funchal é a placa central da Avenida Arriaga, no centro da cidade, onde, para além dos stands, serão montados dois palcos, mas também vai estender-se aos espaços contíguos, como o Teatro Municipal Baltazar Dias, o Jardim Municipal e o Largo da Restauração.

Paulo Cafôfo sublinhou que durante os dias da feira, 17 bandas de música vão atuar nestes recintos, onde também terão lugar 35 atividades para crianças e 15 animações de rua, bem como exposições de artes plásticas e espetáculos de teatro.

Ler mais