Câmara de Sintra aprovou projeto de arquitetura do futuro hospital do concelho

A Câmara Municipal de Sintra anunciou hoje que aprovou o projeto de arquitetura do futuro hospital do concelho, um investimento de 51 milhões de euros que deverá estar concluído em 2021.

O documento foi aprovado na terça-feira, na reunião do executivo municipal, liderado por Basílio Horta (PS), seguindo-se agora a elaboração do projeto de especialidades, que contempla o caderno de encargos da obra, segundo explica o município do distrito de Lisboa.

A conclusão desta próxima fase está prevista para fevereiro de 2019, data em que poderá ser lançado o concurso para a construção do equipamento hospitalar, que ficará situado no bairro da Cavaleira, na freguesia de Algueirão-Mem Martins.

Esta nova unidade resulta de um acordo de colaboração entre o município e os ministérios das Finanças e da Saúde, assinado em junho de 2017, que prevê um investimento global de 51,2 milhões de euros.

O município disponibiliza o terreno e assume a conceção e construção da nova unidade hospitalar e seus acessos, no montante de 29,6 milhões de euros, enquanto o Ministério da Saúde investe na aquisição e instalação do equipamento e no funcionamento, no valor de 21,6 milhões de euros.

A unidade, em articulação com o Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra), "integrará serviços de urgência básica, consultas externas diferenciadas de alta resolução, unidade de cirurgia ambulatória, meios complementares de diagnóstico e terapêutica modernos", anunciou a Administração Regional de Saúde (ARS).

Além de 60 camas de convalescença, estão previstas especialidades de anestesiologia, cardiologia, cirurgia geral e pediátrica, cirurgia plástica, gastrenterologia, medicina física e reabilitação, medicina interna, neurologia, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, patologia clínica, pediatria, pneumologia, psiquiatria (incluindo infantil e adolescente), radiologia e urologia.

Ler mais

Exclusivos