Câmara de Idanha-a-Nova quer certificação DOP para a melancia do Ladoeiro

A Câmara de Idanha-a-Nova vai avançar com o processo de certificação de Denominação de Origem Protegida (DOP) da melancia do Ladoeiro, foi hoje anunciado.

"A Melancia do Ladoeiro é hoje uma marca registada pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e agora queremos que seja um produto certificado com DOP", refere em comunicado o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto.

O autarca explica que a certificação da origem, autenticidade e qualidade da melancia do Ladoeiro, visa dar aos produtores e consumidores todas as garantias e características da melancia e protegê-la de falsificações.

"A melancia do Ladoeiro, emblemática da Campina de Idanha, é reconhecida pela sua qualidade, nível de 'brix' [que mede a doçura da fruta] e dimensão, que resultam das condições edafoclimáticas excecionais em que é produzida", sublinha.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Líderes

A União Europeia e a crise dos três M. May, Macron e Merkel

Já lhe chamam a crise dos três M. May, Macron e Merkel, líderes das três grandes potências da UE, estão em apuros. E dos grandes. Numa altura em que, a poucos meses das eleições para o Parlamento Europeu, florescem populismos e nacionalismos de toda a espécie, pela Europa e não só, a primeira-ministra do Reino Unido, o presidente de França e a chanceler da Alemanha enfrentam crises internas que enfraquecem a sua liderança e, por arrastamento, o processo de integração da UE.