Autárquicas: Maria das Dores Meira reforçou maioria absoluta da CDU em Setúbal

A presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, garantiu no domingo a reeleição para um terceiro mandato e reforçou a maioria absoluta da CDU ao vencer as autárquicas com 49,95% dos votos.

Maria das Dores Meira conseguiu uma vitória expressiva, com mais 5.628 votos do que há quatro anos, o que permitiu à CDU aumentar de seis para sete o número de eleitos no executivo camarário, tendo ganhado um vereador ao PS, partido que acabou por ser o grande vencedor das eleições autárquicas no distrito.

Mas se o PS foi o vencedor da noite no distrito, no concelho de Setúbal Maria das Dores Meira, com muitas obras realizadas nos últimos quatro anos, não deu qualquer hipótese aos adversários na corrida autárquica.

Apesar do entusiasmo que demonstraram na campanha eleitoral, os candidatos do PS, Fernando Paulino, e do PSD, Nuno Carvalho, acabaram por ficar próximos dos registos dos dois partidos nas eleições autárquicas de 2013.

O PS, com o candidato Fernando Paulino, que obteve 21,78% dos votos, não só não ganhou a Câmara Municipal como perdeu um eleito - passou de quatro para três vereadores - comparativamente com o resultado das eleições autárquicas anteriores.

O candidato do PSD, Nuno Carvalho, com 10,94%, foi o único eleito da lista social-democrata, que se apresentou ao eleitorado de forma autónoma, ao contrário do que tinha acontecido há quatro anos, em que PSD e CDS-PP tinham concorrido em coligação.

O BE, que apresentou a deputada Sandra Cunha como cabeça de lista, teve uma ligeira subida no número de votos, mas baixou em termos percentuais, de 5,66% em 2013 para 5,24% em 2017, e ainda não foi desta vez que conseguiu eleger um vereador para a Câmara de Setúbal.

Fora do executivo camarário ficaram também os candidatos do PAN (2,86%) e do CDS-PP, Ana Clara Birrento, uma candidatura forte, mas que acabou prejudicada pela fraca implantação do CDS-PP no concelho e no distrito.

Maria das Dores Meira, que já agradeceu publicamente o apoio dos setubalenses, vai dispor de um total de sete vereadores da coligação PCP-PEV no executivo camarário, sendo que o PS terá três eleitos e o PSD apenas um autarca eleito.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.