Incêndios: Câmara de Lagoa cancela fogos-de-artifício previstos para o feriado

A Câmara de Lagoa cancelou os lançamentos de fogo-de-artifício que tinha previstos para o feriado de quarta-feira, em Ferragudo e na praia do Carvoeiro, para evitar qualquer possibilidade de incêndio, anunciou hoje a autarquia algarvia.

Os espetáculos pirotécnicos iriam realizar-se na quarta-feira para comemorar a festa católica de Nossa Senhora da Conceição e o festival de música Sons do Atlântico, precisou a Câmara de Lagoa, sublinhando que esta decisão é também uma forma de se solidarizar com os afetados do incêndio que durante uma semana lavrou em Monchique, alastrando aos concelhos de Silves e Portimão, no distrito de Faro, e causando 41 feridos, um em estado grave.

"A autarquia tomou esta decisão no decurso da calamidade que se abateu sobre o Algarve com a vaga de incêndios, uma vez que as oscilações climatéricas e o vento forte que se têm feito sentir poderão despoletar, a qualquer momento, novos focos de incêndio", argumentou a autarquia num comunicado.

O município de Lagoa esteve também a colaborar no "apoio necessário às vítimas dos incêndios", tendo colocado à disposição das autoridades "autocarros para a recolha de habitantes que viram a sua vida em perigo pelo avanço das chamas", referiu a Câmara algarvia.

Foram também disponibilizados pela autarquia "colchões para equipar o Portimão Arena -- Parque de Feiras de Exposições, onde várias famílias pernoitaram" até ser seguro regressar às zonas de onde tinham sido retiradas devido à proximidade do incêndio, que deflagrou no dia 03, ao início da tarde, e só foi dado como dominado uma semana depois.

A Câmara de Lagoa destacou ainda a colaboração que prestou na operação de evacuação do Centro de Reprodução do Lince Ibérico de Silves, de onde foram retirados por precaução 29 exemplares, transportados depois para instalações do projeto ibérico de reintrodução da espécie na natureza, localizadas em Espanha.

A missão da Câmara de Lagoa foi "criar condições no pavilhão desportivo da Escola EB 2,3 Jacinto Correia para, durante 24 horas, guardar a comunidade de linces ibéricos, até à sua transferência para Espanha".

O incêndio rural, combatido por mais de mil operacionais e dado como dominado na sexta-feira de manhã, deflagrou no dia 03 à tarde, em Monchique, distrito de Faro, e atingiu também o concelho vizinho de Silves, depois de ter afetado, com menor impacto, os municípios de Portimão (no mesmo distrito) e de Odemira (distrito de Beja).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG