Fundação GDA informa artistas sobre fundos europeus para as artes e cultura na Batalha

Batalha, Leiria, 25 jun 2019 (Lusa) - A Fundação GDA vai realizar uma sessão informativa sobre fundos europeus destinados a projetos de artes e cultura, no âmbito de mais uma edição do "#makethemost - Fundos Europeus para as Artes e Cultura", na Batalha.

O projeto da Fundação GDA, "#makethemost - Fundos Europeus para as Artes e Cultura", decorre este ano no Mosteiro da Batalha, no distrito de Leiria, no dia 28 de junho, no âmbito do festival "Artes à Vila".

Numa nota de imprensa, a Fundação informa que o objetivo é "motivar artistas e promover junto deles o conhecimento de como aproveitar melhor os fundos europeus para os seus projetos".

O projeto "#makethemost" foi lançado há um ano e "pretende influenciar a motivação, o conhecimento e a capacidade de detetar oportunidades de financiamento para projetos artísticos e culturais portugueses", refere a nota.

A iniciativa irá fomentar o "diálogo e a troca de experiências numa dinâmica continuada, através da realização de sessões informais, em espaços culturais privilegiados".

"Nestas sessões fala-se, geralmente, dos programas de financiamento disponíveis. Mas também de bons e de maus exemplos - de projetos bem sucedidos e de enormes falhanços. Tudo excelentes exemplos de aprendizagem. Por isso, privilegia-se a apresentação de casos concretos, convidando para isso os seus protagonistas", explica Francisco Cipriano, o mentor da iniciativa e consultor da Fundação GDA para a área dos fundos europeus, citado em nota de imprensa.

Nesta sessão, coordenada e moderada por Francisco Cipriano, os participantes terão conhecimento de dois programas comunitários com vertentes vocacionadas para o financiamento de projetos culturais: o Programa Operacional Regional do Centro 2020 e o Programa Europa para os Cidadãos.

Além disso, refere o comunicado, terão oportunidade de ficar a conhecer três projetos culturais apoiados através de instrumentos financeiros comunitários.

Para a Fundação GDA, ao facilitar o acesso à informação sobre gestão de projeto e financiamento europeu, há a possibilidade de "incentivar a internacionalização e o desenvolvimento de iniciativas que reflitam o talento dos artistas portugueses".

A iniciativa decorre em conjunto com as outras ações da responsabilidade Fundação GDA, no domínio dos financiamentos europeus.

"A ideia subjacente a este projeto é a de mitigar as dificuldades, criadas pela dispersão de informação por múltiplas plataformas, pela opacidade da linguagem ou as dúvidas técnicas e de carácter burocrático, que impedem o aproveitamento eficaz das oportunidades de financiamento disponíveis", acrescentou o diretor-geral da Fundação GDA, Mário Carneiro, citado na nota de imprensa.

A Fundação GDA pretende ainda assumir um papel de catalisador, mediador e facilitador dos elementos que proporcionem uma maior fluidez na informação sobre programas dos quais os artistas possam beneficiar.

A GDA - Gestão dos Direitos dos Artistas é a entidade que em Portugal gere os direitos de propriedade intelectual de músicos, atores e bailarinos.

"A Fundação GDA é o seu braço para valorizar o trabalho dos artistas e promover o seu desenvolvimento humano e cultural e a sua proteção social", informa a nota.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG