Eleição do chefe do Executivo de Macau a 25 de agosto - Oficial

Macau, China, 17 jun 2019 (Lusa) - A eleição do novo chefe do Executivo de Macau vai realizar-se a 25 de agosto próximo, foi hoje publicado no Boletim Oficial da região administrativa especial chinesa.

O chefe do Executivo é eleito pela Comissão Eleitoral do Chefe do Executivo (CECE), composta por 400 membros provenientes de quatro setores da sociedade, sendo depois nomeado pelo Governo de Pequim, de acordo com a 'mini Constituição' do território, a Lei Básica, e a respetiva lei eleitoral.

O quinto chefe do Executivo vai suceder no cargo a Fernando Chui Sai On, que por determinação legal não pode apresentar-se a um terceiro mandato de cinco anos.

O mandato do quarto chefe do Governo termina em 19 de dezembro próximo, estando prevista a cerimónia de posse do futuro chefe do Governo de Macau para o dia 20 de dezembro, data em que se assinala o 20.º aniversário da constituição da Região Administrativa Especial de Macau, na sequência da transferência da administração do território de Portugal para a China.

A escolha da CECE decorreu neste domingo, com "um total de 5.001 representantes de pessoa coletiva" a exercerem o direito de voto, para escolher 344 membros dos 350 admitidos às eleições, de acordo com um comunicado da Comissão de Assuntos Eleitorais do Chefe do Executivo (CAECE).

A taxa de votação foi de 87,2%, tendo sido apurados 4.743 votos "validamente expressos", ou seja, 94,84%, e registados 28 votos em branco e 230 nulos, indicou.

"A taxa geral de votação nestas eleições foi mais elevada do que a registada em 2014 (82,69%)", acrescentou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG