Dois soldados mortos em ataque com carro-bomba na Caxemira indiana

Srinagar, Índia, 18 jun 2019 (Lusa) - O exército indiano disse hoje que dois soldados foram mortos e pelo menos 12 ficaram feridos depois de um carro-bomba ter atingido um veículo blindado no estado de Caxemira.

O ataque ocorreu na segunda-feira quando o veículo blindado passava pela área de Pulwama, no sul do país, ferindo ainda dois civis.

O ataque aconteceu dias depois de o Paquistão ter partilhado informações com a Índia e com os Estados Unidos sobre um possível ataque de militantes na área de Pulwama.

Nenhum dos grupos rebeldes que lutam contra o domínio indiano desde 1989 assumiu a responsabilidade do ataque

A região de Caxemira é reivindicada tanto pela Índia como pelo Paquistão desde o fim da colonização britânica, em 1947.

O total das forças indianas na parte controlada por Nova Deli é estimado em cerca de 500.000 efetivos.

Uma rebelião separatista mortífera destabiliza a Caxemira indiana desde 1989.

A Índia acusa o Paquistão de apoiar de forma dissimulada as infiltrações na sua parte do território e a própria revolta armada, o que Islamabad sempre negou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG