Basquetebol: Liga / Benfica -- Oliveirense (Declarações)

Lisboa, 17 jun 2019 (Lusa) - Declarações após o encontro Benfica - Oliveirense (72-97), no quarto jogo da final do campeonato nacional de basquetebol, e que deu o título de campeão nacional à equipa de Oliveira de Azeméis.

Carlos Lisboa (Treinador do Benfica): "Dou os parabéns à Oliveirense por ter sido campeã. Há que dar o mérito a quem ganha.

Neste jogo não começámos bem e conseguimos ir buscá-lo no início da segunda parte. Cometemos os mesmos erros e perdemos. Nestes quatro jogos eles foram quase sempre melhores. Ficar em segundo não é bom para o Benfica. Queremos sempre ganhar.

Tivemos hipóteses de passar para frente, mas cometemos erros a nível defensivo e a nível ofensivo nem sempre escolhemos as melhores opções para atirarmos ao cesto.

Independentemente do resultado, eles foram superiores e mereceram o campeonato. Este foi o jogo mais desequilibrado, mas os outros três foram mais equilibrados.

A Oliveirense teve uma boa percentagem de lançamento exterior na primeira parte. Na segunda parte tivemos alguns momentos bem, mas para se ganhar jogos temos de estar os 40 minutos sempre bem.

Entrei a 19 de março. Não chega a três meses. Para o Benfica não é uma boa época quando não ganhamos. Toda a estrutura do Benfica fez tudo para nos dar as melhores condições. Estou já a preparar a próxima época".

Norberto Alves (Treinador da Oliveirense): "Os jogadores trabalharam muito em equipa a época toda. Transpiraram 'sangue' e dentro de campo fora de uma coesão tremenda. Foi isso que também aconteceu hoje, quando o Benfica voltou ao jogo voltámos a estar unidos e a acreditar no colega do lado.

Era fundamental entrarmos bem em jogo. Se provocássemos alguma ansiedade ao Benfica, mais cedo ou mais tarde isso iria jogar a nosso favor. Na parte final controlamos a bola e as emoções.

Estes jogos são muito mentais. O Benfica rodou oito jogadores na primeira parte. Penso que nestes momentos, quem quer muito esquece que está cansado. Jogar em superação foi o nosso dia-a-dia a época toda.

Para o ano vai haver os três grandes e o bicampeão, que é a Oliveirense. Se quisermos manter-nos ao nível deles temos de fazer um esforço a nível do orçamento.

Viajamos já hoje e se for como a época passada vamos ter uma cidade toda à espera".

.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG