Unidade móvel da PSP do Porto avaria quatro horas após ser inaugurada

Veículo ficou sem energia, impossibilitando a alimentação dos computadores em que as queixas seriam registadas e o próprio funcionamento da carrinha, o que levou os agentes a chamar um reboque.

A esquadra móvel da Polícia de Segurança Pública (PSP) inaugurada às 18:00 desta quinta-feira na praça da Batalha, na cidade do Porto, avariou ao fim de quatro horas e teve de ser rebocada.

Uma falha elétrica estará na origem da avaria, avança o JN.

A esquadra móvel iria receber as queixas dos cidadãos na via pública, numa altura em que se tem registado um aumento de incidentes violentos nas principais cidades do país. Durante as quatro horas em que esteve a funcionar, a unidade não terá recebido qualquer queixa.

O JN adianta que o veículo ficou sem energia, impossibilitando a alimentação dos computadores em que as queixas seriam registadas e o próprio funcionamento da carrinha, o que levou os agentes a chamar um reboque para levar a viatura para as oficinas da polícia.

No concelho do Porto serão cinco os locais onde a unidade móvel de atendimento vai operar, nomeadamente, na Praça da Batalha, na Praça Gomes Teixeira, na Estação da Trindade, na rua da Estação (próximo da Estação de Campanhã) e na rua do Molhe (na interceção da Avenida Montevideu junto à praia da Foz).

Nesta unidade, os cidadãos podem solicitar informações, participar um extravio de documentos, bem como apresentar queixas, ainda que alguns tipos criminais, devido à sua "reserva", como uma queixa de violência doméstica, possam vir a ser encaminhados para uma esquadra.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG