Exclusivo Um Chinelo que pinta e enche de cor as ruas de Setúbal

A ideia não é enfeitar os locais onde cola os desenhos, mas sim transmitir uma mensagem própria através dos bonecos, que nem sempre é a mesma das pessoas que veem. O jovem, que já expôs em Praga (Rep. Checa), prefere para já não revelar a identidade.

Quem anda pelas ruas de Setúbal provavelmente já reparou em obras de arte coloridas coladas nalguns prédios da cidade. O autor destas figuras não assina as suas peças, mas denomina-se como Chinelo e o DN esteve à conversa com ele.

Do seu sketchbook para a rua, Chinelo não pretende transmitir uma mensagem própria com os "seus bonecos", mas sim criar diálogo entre as pessoas. Descreve a sua arte como intuitiva e espontânea. "Acho muito engraçado as pessoas darem uma perspetiva completamente diferente daquilo que eu tinha imaginado. E isso é que começa a criar conversas", explica o jovem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG