Exclusivo Regresso ao passado no jardim da Praça do Império

Na iminência da requalificação que visa aproximar o local do desenho original de 1940, Alexandra de Carvalho Antunes, investigadora da Universidade de Lisboa, traça a história recente deste ícone lisboeta.

A Praça do Império foi criada para a Exposição do Mundo Português, em 1940, que comemorou o duplo centenário da Independência de Portugal (1140) e da Restauração (1640).
Exatamente. A escolha da "evocativa paisagem de Belém, à sombra dos Jerónimos", nas palavras do comissário da Exposição, para a implantação da Exposição do Mundo Português - Cidade Simbólica da História de Portugal, desde logo pretendeu aludir à memória e ao simbolismo do lugar. Foi da antiga praia da barra do Restelo que, em 1497, Vasco da Gama partiu para a descoberta do caminho marítimo para a Índia. Por isto se diz que ali começou o império. Eram objetivos da exposição comemorar o passado épico de Portugal e consolidar uma "consciência nacional".

Essa praia ocupava toda aquela área no século XV?
A dita praia do Restelo abrangia o território da atual Praça do Império, Centro Cultural de Belém e os terrenos fronteiros ao Mosteiro dos Jerónimos. Belém assim como a Praça do Comércio são casos exemplares de sucessivos aterros e da criação de "terra firme" sobre o Tejo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG