Festejos da Romaria d'Agonia voltam às ruas de Viana do Castelo

"Esta é uma festa que queremos que fique marcada pelo regresso à normalidade", diz o presidente da Comissão de Festas da Romaria da Senhora d'Agonia.

Os festejos da Romaria d'Agonia voltam às ruas de Viana do Castelo, entre 17 e 21 de agosto, após dois anos de restrições devido à pandemia de covid-19, e já abriu o concurso para o 110.º cartaz.

"Face à evolução da pandemia e à nova normalidade, já estamos a preparar a próxima edição da Romaria d'Agonia tal como era feita antes e com a novidade de, pela primeira vez, o desfile da mordomia ser feito a uma quinta-feira", anunciou esta segunda-feira o presidente da Comissão de Festas da Romaria da Senhora d'Agonia, António Cruz, citado em comunicado.

António Cruz adiantou que a organização decidiu "deixar de lado o formato de 2020 e 2021, de sentir a festa à distância, para voltar a ser vivida [nas ruas], observando as eventuais regras sanitárias que estejam em vigor na altura".

"Esta é uma festa que queremos que fique marcada pelo regresso à normalidade, uma Romaria que compense os dois anos de ausência. Manteremos vários formatos e conteúdos 'online', dada a importância que têm para muita gente que não nos pode visitar, mas o objetivo é viver a festa", afirmou.

A Comissão de Festas da Senhora d'Agonia adiantou que, "no ano em que se assinala o centésimo décimo aniversário do primeiro cartaz ilustrado da festa, a seleção da imagem das festas em 2022 volta a ser por concurso público e tema livre".

O cartaz ilustrado da Romaria d'Agonia assinala este ano o 110.º aniversário do primeiro de que há registo, de 1912.

O concurso para a conceção do cartaz oficial da festa de 2022 decorre, a partir desta segunda-feira, até ao dia 22 de abril.

"Decidimos aumentar o prémio monetário associado a este concurso, que passa a ser de 750 euros para o cartaz a escolhido pelo júri do concurso. Mas sabemos que é apenas um prémio pecuniário, porque o verdadeiro interesse, como sempre tem acontecido, é o de participação e associação a uma festa tão emblemática como a Romaria d'Agonia", frisou António Cruz.

Desde 2010 que o cartaz oficial da Romaria d'Agonia é escolhido por concurso público, numa iniciativa conjunta da Câmara de Viana do Castelo, da VianaFestas, entidade que organiza as festas, e da Comissão de Festas, e que envolve todos os anos dezenas de propostas.

Ao cartaz cabe a função de divulgar a Romaria de Nossa Senhora d'Agonia a nível nacional e internacional, sendo o concurso público aberto a todos aqueles que desejem concorrer, individualmente ou em equipa.

A submissão das propostas pode ser feita até às 24:00 do dia 22 de abril através da página da Romaria d'Agonia na Internet, e o regulamento também prevê que durante o mês de agosto, em datas a definir pela organização, serão expostos na cidade os cinco finalistas do concurso.

Sendo de tema livre, os critérios de avaliação das propostas de cartaz -- até duas por concorrente -- pelo júri do concurso consistem na eficácia da mensagem, no cumprimento das regras do bem trajar e ourar em caso de recurso a um traje, a originalidade e criatividade, e as qualidades técnica e estéticas.

Este ano, do programa já definido para Romaria d'Agonia destaca-se no dia 17 de agosto a alvorada festiva e os concertos musicais, bem como a primeira revista de gigantones e cabeçudos desde a festa de 2019, ou ainda o Encontro de Desgarradas e Cantares ao desafio, à noite, na Praça da Liberdade.

No dia 18 de agosto sai à rua o tradicional Desfile da Mordomia, com centenas de mulheres vianenses trajadas e ouradas a percorrerem durante a tarde as ruas da cidade de Viana do Castelo.

O desfile vai ocorrer, pela primeira vez, numa quinta-feira devido ao calendário da Romaria em 2022.

Na sexta-feira, 19 de agosto, realiza-se durante a tarde a procissão solene em honra de Nossa Senhora d´Agonia e ao início da noite, antes de nova sessão de fogo de artifício, é retomado o desfile "Vamos para o Festival", o mesmo acontecendo com os tapetes floridos nas ruas da Ribeira, que durante a madrugada voltam a ser confecionados após dois anos de interrupção, devido às regras para contenção da pandemia de covid-19

No dia 20 de agosto, dia da padroeira, será retomada a tradicional procissão ao mar e o fogo do meio ou da santa, tradicional sessão de fogo de artifício.

A festa de 2022 encerra no domingo, 21 de agosto, com o cortejo histórico e etnográfico à tarde, um festival de folclore à noite e a habitual serenata de fogo de artifício junto ao rio Lima.

A devoção à Senhora d'Agonia iniciou-se em 1751, com a entrada da imagem na Capela do Bom Jesus. Em 1783, a Sagrada Congregação dos Ritos concedeu faculdade e licença para todos os anos se celebrar nesta capela, no dia 20 de agosto, uma missa solene, data que a cidade de Viana elegeu como Feriado Municipal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG