Zelensky agradece a Ashton Kutcher e Mila Kunis angariação de mais 30 milhões de euros para ajudar refugiados

Casal de atores doou três milhões de dólares, numa angariação de fundos que começou a 3 de março.

O casal de atores norte-americanos Ashton Kutcher e Mila Kunis angariou 35 milhões de dólares (quase 32 milhões de euros) para ajudar os refugiados ucranianos, anunciou o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, que partilhou uma imagem da conversa que teve com a dupla por videochamada.

"Grato pelo vosso apoio e impressionado com a vossa determinação. Eles inspiram o mundo", escreveu o governante nas redes sociais, acerca de uma angariação de fundos que teve início a 3 de março.

Na véspera, o casal tinha anunciado que já tinha atingido o objetivo de atingir os 30 milhões de dólares (27 milhões de euros). "Mais de 65 mil de vocês doaram. Estamos extremamente gratos pelo apoio. O nosso esforço coletivo vai proporcionar uma chegada mais suave para tantas pessoas que avançam para os seus futuros de incerteza", afirmaram num vídeo no Instagram.

Ashton Kutcher e Mila Kunis doaram três milhões de dólares (2,7 milhões de euros). Através da plataforma GoFundMe, personalidades com o CEO da Oracle, Larry Ellison, e a comediante Amy Schumer, também contribuíram.

Mila Kunis nasceu em Tchernivtsi, no sudoeste da Ucrânia, e mudou-se com os pais para os Estados Unidos quanto tinha 7 anos, em 1991, precisamente o ano em que se deu a dissolução da União Soviética. A atriz, que tem raízes judaicas, revelou que o anti-semitismo na antiga URSS foi uma das razões que levou a família a emigrar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG