Um morto e dezenas de feridos após vendaval atingir festival em Espanha

A costa valenciana foi atingida durante a noite por várias "explosões quentes", um evento climático no qual uma poderosa corrente de ar descendente atinge a terra e se espalha em todas as direções.

Uma pessoa morreu e dezenas ficaram feridas na madrugada deste sábado, quando ventos fortes atingiram um festival de música perto de um resort espanhol em Valência, fazendo com que o palco desmoronasse parcialmente.

O incidente ocorreu pouco depois das 4h da manhã no festival de música de dança Medusa Circus of Madness na praia de Cullera, cerca de 50 quilómetros ao sul de Valência. "Às 4h18, parte do palco do Medusa Festival desabou em Cullera devido a uma forte rajada de vento", disseram os serviços de emergência no Twitter.

"Uma pessoa morreu e três ficaram gravemente feridas com vários ferimentos", disse, indicando que outras 14 sofreram ferimentos leves. Mais tarde, as autoridades de saúde aumentaram o número de feridos para 40.

Segundo relatos da imprensa espanhola, um jovem na casa dos 20 anos morreu após ser atingido por partes do palco que desabou, num evento que deveria atrair cerca de 320.000 participantes.

Algumas das grandes estruturas que compunham a entrada do festival colapsaram. Imagens nas redes sociais mostraram ventos fortes a varrer o local, árvores e grandes estruturas a dobrarem-se perigosamente e destroços a voar por todo o lado enquanto as pessoas lutavam para segurar as suas tendas e salvar os seus pertences.

O serviço meteorológico da Espanha AEMET disse que a costa valenciana foi atingida durante a noite por várias "explosões quentes", um evento climático no qual uma poderosa corrente de ar descendente atinge a terra e se espalha em todas as direções.

"Estamos completamente devastados e chocados com o que aconteceu ontem à noite", disse a direção do festival em comunicado nas redes sociais, transmitindo condolências às vítimas e aos seus familiares e amigos.

A organização adiantou que uma "ventania inesperada e violenta" devastou certas áreas do festival logo após as 4h, forçando a administração "a evacuar imediatamente a área dos concertos para garantir a segurança dos espetadores do festival, funcionários e artistas".

O líder regional de Valência, Ximo Puig, escreveu no Twitter que foi "um terrível acidente que nos chocou a todos", oferecendo as suas "mais profundas condolências à família e amigos do jovem que morreu".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG