Supemo dá nega a Trump e este terá mesmo de divulgar a sua declaração de impostos

Pedido do ex-presidente dos Estados Unidos contestando a entrega na Câmara dos Representantes as declarações de rendimentos foi recusado.

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos rejeitou terça-feira o pedido do Ex-Presidente Donald Trump, obrigando-o a entregar as suas declarações fiscais à Câmara dos Representantes.

Em comunicado, o tribunal adiantou que o pedido do republicano foi negado.

No dia 01 de novembro, presidente do Supremo Tribunal dos EUA, John Roberts, impediu, temporariamente, a entrega das declarações fiscais a uma comissão da Câmara dos Representantes.

Na altura, Roberts disse que o caso ficava suspenso até à decisão do Supremo Tribunal.

O caso remonta a 2019, quando a comissão 'Ways and Means' emitiu uma intimidação para aceder às declarações fiscais do antigo Presidente norte-americano, como parte da sua investigação sobre alegadas violações fiscais de Trump.

Este pedido tem por base uma lei de 1924, que permite aos lideres de certas comissões do Congresso pedir a divulgação das declarações fiscais de qualquer contribuinte.

Desde Gerald Ford (1974-1977), Donald Trump foi o primeiro Presidente dos EUA a não divulgar a sua declaração anual de impostos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG