Sismo no Paquistão faz pelo menos 20 mortos e centenas de feridos

O sismo de 5,9 graus de magnitude, com 20 quilómetros de profundidade, atingiu o sul do Paquistão durante a madrugada.

Pelo menos 20 pessoas morreram na sequência de um forte sismo que atingiu o sul do Paquistão na madrugada desta quinta-feira, de acordo com as autoridades locais.

"Entre 15 e 20 pessoas morreram até agora. O número de mortos pode aumentar", disse o chefe da Autoridade Provincial de Gestão de Catástrofes do Balochistão, Naseer Nasar, à agência noticiosa AFP.

Várias das vítimas morreram em edifícios desmoronados, disse o funcionário do governo provincial Suhail Anwar Hashmi.

Uma mulher e seis crianças estão entre as vítimas mortais. Hashmi estima que haja pelo menos cerca de 200 feridos.

"Há relatos de que cerca de 15 mineiros estão presos numa mina de carvão devido ao terramoto ", acrescentou, referindo que uma equipa de resgate já foi enviada ao local.

"É seguro dizer que centenas de casas de barro foram danificadas", afirmou o ministro do Interior da província do Baluchistão, Mir Zia ullah Langau,

O sismo de 5,9 graus de magnitude, que tinha 20 quilómetros de profundidade, atingiu o sul do Paquistão às 03:00 locais, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

Foi sentido na cidade de Quetta, a cerca de 100 quilómetros do epicentro, e em vários outros lugares da província.

O Paquistão fica na fronteira onde as placas tectónicas da Índia e da Eurásia se encontram, tornando o país suscetível a terramotos.

Com AFP

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG