Sánchez vai propor concessão de indultos a independentista catalães

O primeiro-ministro Pedro Sánchez afirmou que o "Governo de Espanha decidiu enfrentar o problema e procurar a concórdia".

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou esta segunda-feira em Barcelona que esta terça-feira vai propor em Conselho de Ministros a concessão de indultos aos líderes separatistas catalães que estão na prisão pelo seu envolvimento na tentativa independentista de 2017.

"O Governo de Espanha decidiu enfrentar o problema e procurar a concórdia", disse Sánchez num discurso perante 300 representantes da sociedade civil catalã.

Os políticos catalães que organizaram em 2017 um referendo ilegal sobre a autodeterminação da região foram julgados em 2019 e nove deles estão a cumprir penas de prisão que vão até um máximo de 13 anos de prisão pelo crime de sedição (contestação coletiva contra a autoridade).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG