Reino Unido negoceia com talibãs saída de nacionais e aliados

Representante especial britânico para a transição no Afeganistão "vai encontrar-se com altos representantes talibãs para salientar a importância da livre passagem" para os cidadãos britânicos e aliados afegãos.

O Reino Unido iniciou conversações com os talibãs para assegurar a "livre passagem" dos seus nacionais e aliados para fora do Afeganistão depois de o movimento extremista islâmico ter assumido o controlo do país.

A Agência de notícias AFP obteve esta quarta-feira a confirmação do Governo britânico de que Simon Gass, representante especial britânico para a transição no Afeganistão, viajará para Doha para se encontrar com os líderes talibãs.

Gass "vai encontrar-se com altos representantes talibãs para salientar a importância da livre passagem para fora do Afeganistão para os cidadãos britânicos e afegãos que trabalharam para nós", disse o porta-voz do Governo em comunicado.

Esta é a primeira confirmação pública dos movimentos diplomáticos entre Londres e os talibãs.

Londres juntou-se aos Estados Unidos numa operação gigantesca para evacuar mais de 100 mil pessoas do Afeganistão, depois de o exército afegão se ter rendido aos talibãs.

O primeiro-ministro britânico tem sido fortemente criticado depois de milhares de afegãos que ajudaram a NATO terem ficado para trás no seu país.

Até agora, mais de 8000 afegãos que ajudaram as forças da NATO conseguiram deixar o Afeganistão, e Londres deu garantias de que podem permanecer no Reino Unido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG