Rainha Isabel II "apanhada" a conduzir quando os médicos lhe recomendaram descanso

Os médicos recomendaram a Isabel II, de 95 anos, mais duas semanas de descanso, levando a monarca a reduzir a sua agenda oficial, faltando, assim, à cerimónia de abertura da COP26. Mas esta segunda-feira saiu de casa e foi vista ao volante de um Jaguar.

Sozinha e ao volante de um Jaguar verde, a rainha Isabel II, de 95 anos foi vista esta segunda-feira a conduzir, depois de ter sido aconselhada a mais duas semanas de descanso. Registada a recomendação dos médicos, o que a fez reduzir a agenda oficial, a monarca britânica saiu do Castelo de Windsor no seu carro, a conduzir e sem ninguém a acompanhá-la.

As imagens de Isabel II a conduzir foram publicadas em vários órgãos de comunicação social britânicos, dissipando os receios pela saúde da monarca que faltou à cerimónia de abertura da Cimeira de Líderes Mundiais da Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP26), seguindo, assim, a recomendação dos médicos.

A monarca foi vista sozinha a conduzir o Jaguar verde que ela usa normalmente para transportar seus cães de raça "corgis", noticiou o jornal The Sun.

A rainha falhou, esta segunda-feira, a abertura da cimeira das Nações Unidas sobre o clima, em Glasgow, onde estão reunidos os líderes mundiais, depois de ter passado uma noite no hospital (20 de outubro).

"Seguindo o conselho médico para descansar por alguns dias, a Rainha foi ao hospital para alguns exames preliminares", referiu, na altura, o Palácio de Buckingham, em comunicado.

A rainha retomou depois as funções oficiais e realizou várias audiências por videoconferência. A monarca teve audiências com embaixadores da Coreia do Sul e da Suíça, mas por conselho dos médicos cancelou a presença na conferência climática, que começou esta segunda-feira na Escócia.

Na sexta-feira, o Palácio de Buckingham informou que os médicos recomendaram, pelo menos, mais duas semanas de descanso.

O primeiro-ministro Boris Johnson disse no fim de semana que Isabel II estava em "muito boa forma". A rainha ainda deverá fazer um discurso pré-gravado em vídeo aos delegados da COP26 no evento que diz respeito ao período noturno.

O filho mais velho e herdeiro ao trono, o príncipe Carlos, foi um dos oradores que marcou a abertura da cimeira. Também o naturalista britânico David Attenborough, com 95 anos, discursou no evento.

Nas últimas semanas, a família real tem abordado várias vezes as questões ambientais e, em meados de outubro, ouviu-se a rainha irritada com a inércia dos líderes mundiais em relação às alterações climáticas. Criticou quem fala muito mas não passa à ação perante a crise climática que o mundo está já a enfrentar.

Isabel II vai celebrar o seu jubileu de Platina no próximo ano, assinalando os 70 anos que está no trono. Até ter passado a noite no hospital em outubro, a rainha tinha participado quase diariamente em compromissos oficiais.

Recentemente, a monarca foi vista a usar pela primeira vez uma bengala num ato público

De referir que o marido de Isabel II, o príncipe Filipe, duque de Edimburgo, morreu a 9 de abril, aos 99 anos, poucas semanas antes do seu centésimo aniversário.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG