Quem pode assumir o cargo de primeiro-ministro do Reino Unido?

O ministro da Defesa britânico, Ben Wallace, é o candidato favorito entre os conservadores para suceder a Boris Johnson como líder do Partido Conservador, segundo uma sondagem.

Boris Johnson anunciou esta quinta-feira sua renúncia como líder conservador, abrindo caminho para uma disputa interna do partido para substituí-lo. Apesar de vários possíveis sucessores tenham sido sugeridos, não há um favorito claro.

O ministro da Defesa britânico, Ben Wallace, é o candidato favorito entre os conservadores para suceder a Boris Johnson como líder do Partido Conservador, segundo uma sondagem divulgada hoje.

Num inquérito a 716 membros do Partido Conservador, Wallace, que permaneceu leal ao primeiro-ministro até ao último minuto, recebeu 13% de apoio na sondagem de opinião do YouGov, segundo a agência espanhola EFE.

Em segundo lugar, com 12%, está a antiga secretária de Estado das Forças Armadas Penny Mordaunt, uma das grandes defensoras do 'Brexit', o processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

O ex-ministro das Finanças, Rishi Sunak, que se demitiu na terça-feira, citando "diferenças fundamentais" com Johnson sobre a sua abordagem à estratégia económica do país, obteve 10%.

A ministra dos Negócios Estrangeiros, Liz Truss, também favorita de longa data nas sondagens e parte da "ala dura" dos conservadores, obteve 8%, de acordo com os resultados da sondagem.

Eis os nomes dos possíveis sucessores.

Rishi Sunak

O primeiro-ministro das finanças hindu do Reino Unido, que renunciou na terça-feira, era até recentemente o favorito. As suas perspetivas foram prejudicadas por questões sobre a sua riqueza e os problemas fiscais da família.

Sunak, de 42 anos, tem força nas redes sociais e ganhou simpatizantes por suster a economia durante a pandemia.

Jeremy Hunt

Ex-ministro dos Negócios Estrangeiros e da Saúde, de 55 anos, perdeu contra Boris Johnson em 2019.

Jeremy Hunt apresentou uma mensagem de campanha para uma nova proposta de liderança durante o mês passado. O seu histórico pré-pandemia como ministro da Saúde foi recentemente atacado por um aliado de Boris Johnson.

Liz Truss

A ministra dos Negócios Estrangeiros, de 46 anos, é popular entre os membros do Partido Conservador, apreciada pela sua franqueza e disposição para atacar politicamente. Liz Truss gerou dúvidas em fevereiro, quando encorajou os britânicos a lutarem na Ucrânia. Os críticos dizem que sua postura de liderança é muito aberta.

Quando chefiou o Departamento de Comércio Internacional, alguns parlamentares deram-lhe o nome de "Departamento para Instagramming Truss" por causa de sua produção nas redes sociais.

Sajid Javid

Também renunciou ao cargo de ministro da Saúde na terça-feira e tinha renunciado ao cargo de ministro das Finanças em 2020.

Sajid Javid, de 52 anos, é filho de um imigrante paquistanês, motorista de autocarro, que se tornou um banqueiro de alto nível.

Como Sunak, também enfrenta críticas sobre a sua riqueza pessoal e sobre problemas fiscais.

Ben Wallace

O ministro da Defesa, de 52 anos, teve um papel essencial na crise na Ucrânia. O ex-oficial do exército e aliado de Boris Johnson minimizou o desejo de liderar o partido. Num inquérito a 716 membros do Partido Conservador, Wallace, que permaneceu leal ao primeiro-ministro até ao último minuto, recebeu 13% de apoio na sondagem de opinião do YouGov, segundo a agência espanhola EFE.

Nadhim Zahawi

Recém-nomeado como ministro das Finanças, Nadhim Zahawi, 55 anos, foi elogiado por supervisionar o lançamento de vacinas contra a covid-19 no Reino Unido, antes de estar no comando do departamento de educação.

Zahawi é um ex-refugiado do Iraque que chegou a Inglaterra quando era criança e não falava inglês. Antes de entrar na política, cofundou a empresa de investigação YouGov. A sua riqueza privada também atraiu as atenções adversas, inclusive quando reivindicou subsídio parlamentar para aquecer estábulos.

Tom Tugendhat

O ex-oficial do exército, de 49 anos, é um suplente que preside à influente Comissão dos Negócios Estrangeiros do Parlamento.

Tugendhat indicou que vai estar presente na disputa pela liderança. Tem criticado a forma como o governo lidou com a saída de tropas do Afeganistão.

Penny Mordaunt

Mordaunt, de 49 anos, foi a primeira mulher ministra da Defesa do Reino Unido e atualmente é ministra do Comércio. É uma forte defensora do Brexit e figura na campanha "Leave" de 2016.

Dominic Raab

O vice-primeiro-ministro e ministro da Justiça Dominic Raab, de 48 anos, liderou o país quando Boris Johnson esteve internado no hospital, infetado com covid-19, em 2020.

O ex-advogado e cinturão negro de karaté é visto como um aliado confiável. A mudança de cargo, dos Negócios Estrangeiros para a Justiça, foi mal vista, sobretudo por estar a gozar o feriado quando a capital afegã, Cabul, foi conquistada pelos talibãs.

Suella Braverman

A procuradora-geral Suella Braverman revelou que pretende disputar a liderança do partido. De 42 anos, é outra candidata de longa data, popular dentro do partido pelo seu euroceticismo. É uma dos 28 parlamentares conservadoras, que se recusaram a apoiar o acordo do Brexit.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG