Quando Alec Baldwin se interrogou como seria matar alguém por engano. Tweet de 2017 torna-se viral

Em 2017, no Twitter, o ator norte-americano questionava-se sobre como seria a sensação de matar alguém por engano. Na altura, comentava um caso que envolvia um agente da polícia. O tweet, agora "recuperado", tornou-se viral depois do que aconteceu nas filmagens de "Rust".

Após os trágicos acontecimentos durante as filmagens de "Rust", em que Alec Baldwin matou acidentalmente uma pessoa com uma arma de adereço que não devia estar carregada, começou a circular uma publicação antiga feita pelo ator. No Twitter, a 23 de setembro, de 2017, Baldwin questionava-se sobre qual seria a sensação de matar alguém por engano.

A publicação na rede social, agora "recuperada", dizia respeito a um comentário do ator norte-americano a um caso sobre um agente da polícia envolvido na morte de um jovem.

O comentário de Alec Baldwin fez-se acompanhar pela partilha da notícia que dava conta de um vídeo que mostrava um agente da polícia de Huntington Beach, na Califórnia, a disparar contra um homem num parque de estacionamento.

Acontecimentos que nada têm a ver com o que ocorreu nas filmagens de "Rust", mas o comentário de Baldwin de então a essa notícia ressurgiu devido à interrogação que proferiu há quatro anos e ao momento que o ator está agora a viver. Um tweet que se tornou viral, com mensagens de apoio ao ator.

Um porta-voz da produção do filme "Rust" fez saber, em comunicado citado pelo The Hollywood Reporter, que "todo o elenco e equipa ficaram devastados com a tragédia". O ator matou acidentalmente a tiro a diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, e feriu o realizador do filme, Joel Souza, de 48, com uma arma de adereço que não devia estar carregada.

O Departamento do Xerife do Condado de Santa Fé revelou que está a decorrer uma investigação, tendo sido ouvidas várias testemunhas.

As vítimas foram atingidas quando "Alec Baldwin disparou uma arma de fogo utilizada para as filmagens" de "Rust", tendo sido já iniciada uma investigação, de acordo com um comunicado do gabinete do xerife de Santa Fé.

O acidente ocorreu durante a tarde (hora local) de quinta-feira, no rancho de Bonanza Creek, onde estavam a ser filmadas várias cenas do 'western', do qual Baldwin era produtor e protagonista.

De acordo com os investigadores, que se deslocaram ao local, o incidente parece ter sido causado pela utilização, como adereço, de uma arma de fogo, disparada durante uma cena do filme.

Está a ser investigado "que tipo de bala foi disparada e como", acrescentou o comunicado, sem referir quantos tiros foram disparados.

"Esta investigação permanece aberta e ativa", disse Juan Rios, porta-voz do gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé, referindo que não foi feita nenhuma acusação relacionada com este incidente. As testemunhas continuam a ser entrevistadas pelos detetives, informou.

Em declarações à agência de notícias AFP, Rios fez saber que Alec Baldwin falou voluntariamente com os agentes da polícia que estão a investigar o caso.

O ator "prestou declarações e respondeu às perguntas [dos detetives]. Ele veio voluntariamente e deixou o edifício depois de falar com as autoridades responsáveis pela investigação".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG