Papa Francisco pede "perdão pelo mal cometido" contra povos indígenas no Canadá

O Papa Francisco pediu esta segunda-feira "perdão pelo mal cometido" contra os nativos do Canadá, em particular nos internatos para crianças geridos pela Igreja Católica, e lamentou que alguns dos seus membros tenham "cooperado" em políticas de "destruição cultural".

"Estou triste. Peço perdão", referiu o sumo pontífice da Igreja Católica a milhares de nativos em Maskwacis, no oeste do Canadá, país onde chegou no domingo para uma "peregrinação penitencial", um gesto esperado há anos.

Referindo-se a um "erro devastador", o Papa Francisco reconheceu a responsabilidade da Igreja num sistema em que "as crianças sofreram abusos físicos e verbais, psicológicos e espirituais".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG