Seis mortos e 61 feridos em explosão num mercado na Arménia (com vídeos)

Imagens de vídeo do incidente mostraram que "não se pode falar de um ataque terrorista", já que o incêndio no mercado começou antes da explosão.

Seis pessoas morreram mortos e 61 ficaram feridas numa explosão, no domingo, num movimentado mercado de Surmalu, em Yerevan, a capital da Arménia. As operações de busca de pessoas decorrem e as autoridades acreditam estarem mais algumas presas sob os escombros, uma vez que 15 pessoas estão desaparecidas.

O ministro de Situações de Emergência da Arménia, Armen Pambukhchyan, disse que as imagens de vídeo do incidente mostraram que "não se pode falar de um ataque terrorista", já que o incêndio começou antes da explosão, sendo que o fogo se espalhou para "materiais pirotécnicos".

Os media locais já tinham noticiado que a explosão ocorreu num local onde se armazenava fogo de artifício.

A causa do incêndio ainda está a ser apurada.

Pambukhchyan disse que o fumos e pequenos focos de incêndio podem persistir durante vários dias tendo em conta a existência de muito plástico no local. Fotos e vídeos publicados nas redes sociais após a explosão mostraram uma espessa coluna de fumo preto sobre o mercado e pode ser ouvida o que parecia ser uma série de detonações.

Justiça abre investigação

Entretanto, o Ministério Público iniciou uma investigação sobre violações "no armazenamento de produtos inflamáveis", violações nas normas de segurança contra incêndios e morte de pessoas "por negligência".

O primeiro-ministro da Arménia, Nikol Pashinyan, visitou o local da explosão esta segunda-feira, de acordo informações do seu gabinete.

Ao todo, 200 bombeiros e pessoal médico foram enviados ao local, bem como carros de bombeiros e equipamentos de construção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG