Mulheres só podem viajar na companhia de familiares homens

Mais uma machadada nos direitos das mulheres no Afeganistão. Nova orientação dos talibãs diz que estas só podem fazer percursos maiores se acompanhadas por familiares próximos do sexo masculino.

As autoridades talibãs do Afeganistão disseram este domingo que as mulheres que desejam viajar só o podem fazer na companhia de um parente próximo do sexo masculino.

A orientação, emitida pelo Ministério para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício, também diz que os proprietários de automóveis só devem transportar mulheres se estas usarem hijabs islâmicos. Além disso, também foi emitida uma diretriz para que não haja música nas viaturas.

O porta-voz do ministério, Sadeq Akif Muhajir, especificou à AFP que a os percursos superiores a 72 quilómetros obrigam as mulheres afegãs a ter a comanhia de um familiar do sexo masculino.

Esta orientação, divulgada nas redes sociais, surge semanas depois de o ministério ter pedido aos canais de televisão do Afeganistão que parassem de emitir programas de ficção que tivessem mulheres a representar. O ministério também deu orientações para todas as jornalistas da televisão usassem hijabs quando surgissem na emissão.

Desde que assumiu o poder em agosto, os talibãs impuseram várias restrições às mulheres e meninas, apesar de prometer regras mais brandas em comparação com sua primeira passagem pelo poder na década de 1990. Os direitos das mulheres foram severamente restringidos durante a passagem anterior dos talibãs pelo poder.

No início deste mês, o grupo islâmico emitiu um decreto em nome do seu líder supremo instruindo o governo a fazer cumprir os direitos das mulheres.
No entanto, não ahvia referência ao acesso das meninas à educação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG