Morreu Karolos Papoulias, antigo presidente grego e resistente antinazista

Tinha 92 anos. "Defendeu a coesão social e a unidade nacional", segundo Katerina Sakellaropoulou.

O antigo presidente grego Karolos Papoulias, que liderou o país entre 2005 e 2015, morreu este domingo aos 92 anos. A morte foi comunicada pela atual líder da Grécia, Katerina Sakellaropoulou: "Ele honrou pela sua ética e comportamento a mais alta instituição do Estado, defendendo vigorosamente a coesão social e a unidade nacional."

O veterano político, um dos fundadores do Movimento Socialista Pan-Helénico (PASOK), foi eleito presidente pela primeira vez em 2005 e reeleito em 2010, no período da crise grega que mergulhou o país em turbulência política e em grave crise económica.

Karolos Papoulias foi um resistente antinazista de 1942 a 1944, quando ainda era adolescente. Licenciado em direito, com doutoramento na mesma área obtido na Alemanha, tornou-se advogado em 1963, profissão que exerceu até 1981, quando foi nomeado Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros por Andréas Papandréou.

Deputado de 1977 a 2000, foi duas vezes ministro das Relações Exteriores em governos socialistas (1985-1989 e 1993-1996) e liderou a política pró-árabe e pró-sérvia do PASOK durante a guerra da Jugoslávia nos anos 90 do século XX.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG