México confirma pedido de asilo do presidente deposto do Peru

Pedro Castillo fez o pedido de asilo na embaixada do México em Lima. O líder mexicano, López Obrador, acredita que Castillo foi vítima das "elites económicas e políticas" do Peru.

O ex-presidente do Peru, Pedro Castillo, pediu oficialmente asilo no México, revelou na quinta-feira o ministro mexicano dos Negócios Estrangeiros, Marcelo Ebrard.

Na rede social Twitter, o ministro explica que Pedro Castillo fez o pedido de asilo na embaixada do México em Lima e que aquele país iniciou contactos com as autoridades peruanas.

Na quinta-feira, o presidente do México, Andrés Lopez Obrador, já tinha revelado que Pedro Castillo tinha feito um pedido de asilo no país.

Obrador acredita que Pedro Castillo foi vítima das "elites económicas e políticas" do Peru.

Pedro Castillo foi detido na quarta-feira, depois de ter sido destituído pelo Congresso, acusado de tentar executar um golpe de Estado.

O parlamento do Peru aprovou a moção de censura contra o Presidente do país por "incapacidade moral", com 101 dos 130 votos a favor, horas depois de Pedro Castillo ter anunciado a dissolução deste órgão, a criação de um "governo de emergência" e a instituição de um recolher obrigatório.

Membros do seu próprio governo, instituições estatais peruanas e líderes da oposição denunciaram a tentativa de um "golpe de estado" e solicitaram a intervenção das Forças Armadas e da comunidade internacional.

Dina ​​​​​​​Boluarte, anterior vice-Presidente peruana, advogada de esquerda, de 60 anos, foi empossada como a nova chefe de Estado do Peru.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG