"La piccoletta". Septuagenária líder da Camorra detida ao tentar voar para Espanha

Maria Licciardi, uma chefe da máfia em Nápoles, foi presa neste sábado quando tentava embarcar num voo para a Espanha, noticiaram os media italianos.

Com 70 anos e conhecida como "La piccoletta" devido à sua baixa estatura, Licciardi é irmã do falecido Gennaro Licciardi, fundador do clã da família pertencente à Camorra, nos subúrbios de Scampia e Secondigliano, em Nápoles.

Maria cumpriu pena de oito anos de prisão antes de ser libertada em dezembro de 2009, de acordo com informações da imprensa, após o que teria assumido a liderança das operações do clã.

"La piccoletta" foi detida no aeroporto de Roma no momento em que deixava a bagagem antes de embarcar para Málaga, em Espanha. Era procurada por associação mafiosa, extorsão, encobrimento e manipulação de leilões.

Segundo conta o jornal El País, uma filha de Maria Licciardi mora na cidade andaluza e os investigadores polciais acreditam que ela estava a viajar para aquela localidade espanhola para administrar negócios possivelmente relacionados com o tráfico de drogas.

Os promotores italianos afirmam que Licciardi é a chefe do poderoso clã conhecido pelo seu apelido e que ela mesma fundou nos anos 80 juntamente com seu irmão Gennaro, 'La scimmia' (o macaco), um dos líderes históricos da Camorra.

A sede do clã fica no bairro Secondigliano, uma área periférica e muito degradada de Nápoles e epicentro do mercado de drogas.

Maria subiu na hierarquia da organização da família após a morte de seu irmão, na prisão, em 1994. Antes de ser presa, em 2011, dividiu o poder com os seus outros dois irmãos, Vincenzo e Pietro. Desde 2009, quando foi libertada, assumiu as rédeas sozinha e ficou com o controlo total do clã.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG