Koweit recupera arquivos roubados pelo exército iraquiano 30 anos depois

O Koweit recuperou oito toneladas de arquivos que tinham sido roubados pelo exército iraquiano do ex-Presidente Saddam Hussein.

Oito toneladas de arquivos, roubadas pela ocupação do Saddam, sete meses em 1990/91, foram recuperadas este domingo pelo Koweit, 30 anos depois da Guerra do Golfo.

Segundo a agência France-Presse (AFP), este é o terceiro lote de arquivos devolvido ao Koweit desde 2019, de acordo com as autoridades do Koweit e do Iraque.

Os arquivos recuperados "pertenciam à Universidade e ao Ministério da Informação do Koweit", precisou aos jornalistas Nasser al-Hayne, citado pela AFP, alto funcionário do Ministério das Relações Estrangeiras do Koweit,

Já um representante do Ministério das Relações Estrangeiras do Iraque, Gahtane al-Janabi, disse que o Koweit tinha informado o Iraque recentemente da lista dos arquivos furtados.

O exército de Saddam Hussein invadiu o Koweit a 2 de agosto de 1990 e foi expulso no final de fevereiro de 1991 por uma coligação militar liderada pelos Estados Unidos. Saddam foi afastado do poder em 2003.

Os dois países levaram 20 anos a normalizar as suas relações e as Nações Unidas não suspenderam as sanções impostas ao Iraque até 2020.

Em 30 anos, o Iraque pagou compensações de 51 mil milhões de dólares ao Koweit e os dois países não delimitaram as suas fronteiras marítimas enquanto o caso do desaparecimento do arquivo do Koweit continuava aberto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG