Histórico restaurante flutuante Jumbo de Hong Kong afunda

A embarcação tinha sido rebocada na semana passada depois de ter encerrado durante a pandemia de covid-19.

O famoso restaurante flutuante Jumbo de Hong Kong, conhecido pelas suas luxuosas salas de refeição e luzes, afundou no domingo no mar do Sul da China, anunciou a empresa proprietária.

O Jumbo Floating Restaurant (Restaurante Flutuante Jumbo, em tradução simples) -- ou Jumbo Kingdom (Reino Jumbo, em tradução simples) -- havia sido rebocado na semana passada depois de ter encerrado durante a pandemia de covid-19.

De acordo com a empresa Aberdeen Restaurant Enterprises, a embarcação foi atingida por condições meteorológicas adversas e naufragou perto das Ilhas Paracel, acrescentando que nenhum membro da tripulação ficou ferido.

Com 260 metros de comprimento e três andares, o navio esteve atracado 46 anos nas águas de Hong Kong, tendo recebido "numerosos dignitários e celebridades internacionais", incluindo a rainha de Inglaterra Isabel II e o ator norte-americano Tom Cruise.

O afundamento surge depois de a Aberdeen Restaurant Enterprises ter dito que não tinha mais condições para assumir os custos de manutenção.

No entanto, a chefe do Governo de Hong Kong, Carrie Lam, rejeitou os pedidos de alívio financeiro temporário.

"Indicámos de forma clara que o Governo não tem planos para investir dinheiro na operação do restaurante (...), disse Carrie Lam.

Mesmo antes da pandemia, o restaurante, que servia comida cantonesa, estava a acumular dívidas, mas a proibição de turistas para conter a propagação do vírus SARS-CoV-2 atingiu o Jumbo e outras atrações em Hong Kong.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG