EUA anunciam venda de armas ao Qatar durante o intervalo do jogo EUA-Irão

O Departamento de Estado anunciou que tinha assinado um contrato com o Qatar para o fornecimento de dez sistemas defensivos com aparelhos não tripulados (drones) e 200 intercetores e equipamento relacionado.

O governo de Joe Biden aprovou na terça-feira a venda de armas para o Qatar no montante de mil milhões de dólares.

A informação foi divulgada durante o intervalo do jogo de futebol entre os EUA e o Irão, a contar para o mundial de futebol que decorre no Qatar.

O Departamento de Estado anunciou que tinha assinado um contrato com o Qatar para o fornecimento de dez sistemas defensivos com aparelhos não tripulados (drones) e 200 intercetores e equipamento relacionado.

O Qatar, juntamente com outros Estados do Golfo Arábico (ou Pérsico), enfrenta ameaças de aliados do Irão na região.

O Departamento adiantou, em comunicado, que a venda iria "apoiar a política externa e os objetivos de segurança nacional dos EUA, ao ajudar a melhorar a segurança de um país amigo que continua a ser uma força importante para a estabilidade política e o progresso económico no Médio Oriente".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG