Donald Trump multado por não responder a intimação

Um juiz de Nova Iorque condenou esta segunda-feira o ex-Presidente Donald Trump a uma multa de 10 mil dólares por dia, por não responder a uma intimação da procuradora-geral do Estado no âmbito de uma investigação sobre os seus negócios.

O juiz Arthur Engoron considerou que Trump desrespeitou o tribunal por não ter respondido adequadamente a uma intimação emitida pela procuradora-geral.

"Sr. Trump, sei que leva o seu negócio a sério, e eu também levo o meu", disse o juiz antes de emitir a decisão no tribunal de Manhattan.

A procuradora-geral de Nova Iorque, Letitia James, uma democrata, tinha pedido ao tribunal que prendesse Trump por desacato, depois de ter falhado o prazo que lhe foi dado, 31 de março, para entregar documentos solicitados no âmbito da investigação.

Engoron condenou Trump a pagar uma multa de 10 mil dólares (cerca de 9.330 euros) por cada dia de desrespeito ao prazo dado.

Trump, um republicano, tem lutado contra a procuradora-geral de Nova Iorque em tribunal por causa da investigação que esta conduz, e que ele considera uma "caça às bruxas" com motivações políticas.

Os porta-vozes de Trump não responderam imediatamente a um pedido de comentário sobre esta decisão do juiz do tribunal de Manhattan.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG