Departamento de Estado dos EUA anunciou fim prematuro do mandato de Trump

Tratou-se de um ato intencional, realizado por um funcionário insatisfeito que alterou as biografias dos ainda presidente e vice-presidente.

O sítio oficial do Departamento de Estado dos Estados Unidos anunciou que o mandato do Presidente Donald Trump terminou hoje, segunda-feira, quando está previsto que permaneça no cargo até 20 de janeiro.

"O mandato de Donald J. Trump terminou em 11 de janeiro de 2021, às 19h49", lê-se na biografia do Presidente cessante, nove dias antes de Joe Biden ser empossado no cargo, após ter vencido Trump nas Eleições Presidenciais de novembro.

A mesma página apresenta um texto semelhante para o ainda vice-presidente, Mike Pence, anunciando o fim prematuro do seu mandato.

Através das citações de dois diplomatas sob a condição de anonimato, o portal Buzzfeed adiantou que um "funcionário insatisfeito" no Departamento de Estado alterou as biografias de Trump e de Pence.

Segundo a mesma publicação, o ainda secretário de Estado, Mike Pompeo, ordenou a abertura de um inquérito interno para identificar o autor das mudanças nas biografias, entretanto já corrigidas.

A publicação gerou polémica nas redes sociais, já que, depois do ataque ao Capitólio desencadeado por apoiantes de Donald Trump, alguns elementos do Partido Republicano, ainda no poder, exigiram a demissão do Presidente, enquanto membros do Partido Democrata tomaram medidas para tentarem destitiuir o chefe de Estado, através de um processo de 'impeachment'.

A presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, é uma das vozes que já defendeu o recurso à 25.ª Emenda da Constituição norte-americana para afastar Donald Trump da Casa Branca, com Mike Pence a assumir, nesse caso, a Presidência interina até 20 de janeiro.

A invasão ao Capitólio, perpetrada na quarta-feira, enquanto o Congresso norte-americano contava os votos dos Grandes Eleitores para ratificar a vitória eleitoral de Joe Biden, causou a morte a pelo menos cinco pessoas.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG