Casa Branca respondeu a perguntas de falsa repórter que afinal... não existia

Jornalistas faziam frequentemente perguntas na Casa Branca em nome de Kacey Montagu, um pseudónimo num videojogo

Durante várias semanas, em conferências de imprensa na Casa Branca, alguns jornalistas faziam perguntas à secretária de imprensa Jen Psaki em nome de uma pseudo repórter chamada Kacey Montagu, que alegava não poder estar presente devido às precauções relativamente à covid-19. Porém, o motivo pela qual Montagu não aparecia nessas conferência é muito mais simples: ela não existe.

De acordo com o Politico, Kacey Montagu é um pseudónimo, utilizado por um jogador na plataforma ROBLOX, onde os jogadores se autodenominam de "Legos". Nesse jogo virtual, Montagu faz de secretária de Estado numa simulação de governo chamada nUSA.

No entanto, para os jornalistas que diariamente fazem a cobertura do que se passa na Casa Branca, Montagu era mesmo uma jornalista real.

Um jogador da nUSA, com o pseudónimo pres. arnie vinick, disse ao Político que não ficou surpreendido. "Ela está a gabar-se disse há algum tempo", revelou.

Desde o início da pandemia, tornou-se comum jornalistas que cobrem o dia-a-dia da Casa Branca fazerem perguntas em nome de outros - algo que também acontece em Portugal -, para possibilitar o distanciamento social, uma vez que a residência oficial do presidente dos Estados Unidos reduziu a capacidade da sua sala de imprensa de 49 para 14 pessoas. Assim, os jornalistas passaram a enviar as suas perguntas por via digital ou através de um repórter que esteja presente.

Foi a partir desta segunda possibilidade que a suposta Kacey Montagu entrou em cena, ao enviar frequentemente emails aos jornalistas que estavam na Casa Branca com perguntas. E no caso de a alguém a procurar antes de transmitir as suas perguntas, Montagu criou contas falsas no Twitter e no LinkedIn, apresentando-se como jornalista de política do White House News ou White House Schedule, meios de comunicação social que... não existem.

A 8 de abril, o jornalista do Washington Blade, Chris Johnson, fez perguntas a Jen Psaki em nome de Montagu, nomeadamente sobre o envolvimento do ex-presidente de Barack Odama na administração Biden-Harris.

A Mediaite investigou quem tinha feito a pergunta e chegou à conclusão que Montagu não existia. Imediatamente a seguir, Montagu fez desaparecer as suas páginas de Twitter e LinkedIn, enquanto a conta da White House Schedule foi suspensa pelo Twitter por violação da política de falsificação de identidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG