Biden avisa que novo atentado é "altamente provável" em 24 ou 36 horas

Os EUA anunciaram este sábado terem morto dois membros do Estado Islâmico - Província de Khorasan num ataque de drone, em resposta ao atentado de quinta-feira no aeroporto de Cabul.

O presidente norte-americano, Joe Biden, diz que um novo ataque terrorista no Afeganistão é "altamente provável nas próximas 24-36 horas".

"A situação no terreno continua a ser extremamente perigosa e a ameaça de ataques terroristas no aeroporto continua alta. Os nossos comandantes informaram-me que um ataque é altamente provável nas próximas 24-36 horas", disse Biden num comunicado.

"Dei ordens para que tomem todas as medidas possíveis para garantir a proteção das forças e garanti que têm toda a autoridade, recursos e planos para proteger os nossos homens e mulheres", referiu.

O presidente disse ter-se encontrado esta manhã com a sua equipa de segurança nacional em Washington e com os comandantes no terreno. "Discutimos o ataque que as forças norte-americanas fizeram ontem à noite contra o grupo terrorista ISIS-K [Estado Islâmico - Província de Khorasan] no Afeganistão. Eu disse que iria atrás do grupo responsável pelo ataque às nossas tropas e civis inocentes em Cabul e fomos", indicou Biden.

"Este ataque não foi o último. Vamos continuar a caçar qualquer pessoa envolvida naquele ataque odioso e obrigá-los a pagar. Onde quer que alguém procure atingir os EUA ou atacar as nossas tropas, vamos responder. Isso nunca será posto em causa", indicou.

No atentado no aeroporto de Cabul morreram 13 militares norte-americanos. "Os 13 militares que perdemos eram heróis que fizeram o maior sacrifício ao serviço dos nossos mais elevados ideais americanos e a salvar as vidas de outros. A sua bravura e abnegação permitiu que mais de 117 mil pessoas em risco pudessem chegar até nós em segurança", referiu Buden.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG