Avó preocupada com neto ajuda a desmantelar rede de tráfico de droga

A informação fornecida por uma avó desesperada por salvar o neto das drogas ajudou a polícia a desmantelar uma rede de traficantes em Calábria, no sul de Itália.

Dezoito pessoas suspeitas de envolvimento neste tráfico de narcóticos na região de Cetraro, ligadas ao clã da máfia Muto, foram detidas durante a operação.

O clã Muto é uma das muitas famílias que fazem parte da Ndrangheta, a máfia calabresa, considerada uma das mais poderosas do mundo e cuja atividade principal é o tráfico de droga.

"Esta avó falou com os carabineiros (força de segurança italiana) para pedir-lhes que salvassem o seu neto", afirmou o coronel Piero Sutera, comandante dos carabineiros de Cosenza, em Calábria.

O grupo criminoso desmantelado esteve igualmente implicado na extorsão de fundos de empresários do setor do turismo, um dos quais pediu ajuda à polícia.

"Essas pessoas sofreram com a arrogância dos criminosos que exigiam dinheiro", comentou o procurador antimáfia Nicola Gratteri, citado pelo jornal Gazzetta del Sud.

Gratteri, procurador principal num grande processo em andamento contra a Ndrangheta com mais de 300 arguidos, disse que parte do dinheiro extorquido é pago a membros do clã na prisão e às suas famílias, segundo a mesma fonte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG